Lançamento | Projeto “Retalho Fashion”

Lançamento | Projeto “Retalho Fashion”

Sinditêxtil-SP lança no próximo dia 27/06, no Auditório do SENAI Vestuário, no Bom Retiro, em São Paulo, o Projeto “Retalho Fashion”, que pretende organizar o descarte e a coleta de resíduo têxtil (retalho) na região e vendê-lo a indústrias recicladoras.

A ideia é capacitar pessoas para a coleta e seleção do material com geração de emprego e renda.

A iniciativa, que conta com o apoio do SENAI SP, da Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção), da Câmara de Dirigentes Lojistas do Bom Retiro e da Prefeitura de São Paulo, propõe a inclusão social e a preservação ambiental por meio da reciclagem de resíduos têxteis.

Números do desperdício

Em 2011, o Brasil importou 13.477 toneladas de trapos de tecidos, o equivalente a mais de US$ 13 milhões, para abastecer empresas que compram e reciclam este material na fabricação de novos fios. Somente a região do Bom Retiro, local em que funcionam 1.200 confecções, é responsável pela produção de mais de 12 toneladas de resíduos têxteis por dia.

De acordo com a lei, só aqueles que produzem acima de 200 litros de lixo diário têm de contratar uma empresa para recolhê-lo, logo, a maioria dos comerciantes descarta o que sobra, na frente de seu estabalecimento, fazendo com que os retalhos tenham como destino final os aterros sanitários.

Vale lembrar que, o tecido de poliamida (náilon) demora 30 anos e o poliéster precisa de mais de cem anos para se decompor na natureza. A sobra de tecido pode ter diversas finalidades, dentre elas: insumo para forração de automóveis e colchões, pluma, fabricação de novos fios, tecidos, sacolas de supermercado, feltros e outros.

Para Alfredo Emílo Bonduki, presidente do Sinditêxtil-SP, não faz sentido importarmos retalhos se descartamos de maneira incorreta o mesmo material. “O Brasil é o quarto maior produtor mundial de algodão e não podemos continuar importando o que jogamos no lixo. Além disso, o Projeto poderá contribuir para a inclusão social e preservação ambiental”, comenta Bonduki.

Programação:


18h Coquetel
18h30 Abertura: Alfredo Bonduki (presidente do Sinditêxtil-SP)
18h40 Mesa de abertura: representante da Prefeitura de SP ( a confirmar)
19h Política Nacional dos resíduos sólidos e suas implicações para a cadeia têxtil nacional a curto e longo prazo: Eduardo San Martin – diretor Adjunto do Meio Ambiente da FIESP
19h45 Retalho Fashion: inclusão social e preservação ambiental por meio da reciclagem de resíduos têxteis – Sylvio Napoli – Infraestrutura e Tecnologia – Sinditêxtil-SP
20h10 Perguntas e respostas
20h30 Encerramento
Mais informações:
[email protected] | (11) 3675-5444 | www.viveiros.com.br

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?