Justiça ambiental global

Justiça ambiental global

Livro “Ética e Cidadania Planetárias Na Era Tecnológica: O Caso da Proibição da Basiléia”, de Marijane Lisboa
O impacto das tecnologias no estilo de vida da sociedade e nos processos produtivos, bem como a influência dessas ferramentas nas mais variadas formas de interação humana são fatos inegáveis. Nessa trilha, o livro Ética e Cidadania Planetárias Na Era Tecnológica: O Caso da Proibição da Basiléia oferece sugestões para quem pretende compatibilizar desenvolvimento social e econômico com preservação do meio ambiente.
Nesta obra, Marijane Lisboa, doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP e uma das fundadoras do Greenpeace Brasil, faz uma crítica à ditadura da tecnologia na sociedade de riscos ambientais em que vivemos. E desafia o leitor a uma reflexão sobre a necessidade de novos paradigmas para o planeta e a sobrevivência da humanidade.
O ponto de partida da autora é a Convenção de Basiléia – acordo no âmbito da ONU adotado em 1989, que definiu a organização e o movimento de importação e exportação de resíduos sólidos e líquidos perigosos. O documento serve como exemplo de importância da utilização da ética nas novas negociações internacionais. E ressalta a relevância da estruturação de uma ética mundial e da construção de uma cidadania planetária, dada a importância que a questão da justiça ambiental global assumiu durante as negociações da Convenção e em todos os fóruns internacionais no mundo a partir de então.
Ética e Cidadania Planetárias Na Era Tecnológica: O Caso da Proibição da Basiléia
Marijane Lisboa
Editora Civilização Brasileira
R$ 34,90

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?