Empregos de Baixo Carbono para a Europa

Empregos de Baixo Carbono para a Europa

O estudo Empregos de Baixo Carbono para a Europa, da organização WWF (World Wildlife Fund), revela que os setores de energia renovável, transporte ambientalmente amigável e bens e serviços energeticamente eficientes podem empregar ao menos 3,4 milhões de pessoas no continente – mais do que os 2,8 milhões de pessoas alocadas em mineração, eletricidade, gás, cimento, ferro, aço e outras indústrias poluentes.
A fatia mais polpuda dos empregos verdes, algo em torno de 2,1 milhões, ficará com transporte sustentável. Desses, 150 mil trabalhadores estarão nas indústrias montadoras, envolvidos na produção de carros que emitem menos CO2 por quilômetro.
O estudo do WWF também ressalta que políticas de estímulo a uma economia mais verde não acabarão com as indústrias poluentes tradicionais. No entanto, o documento sugere que a transição tenha um acompanhamento apropriado por meio de projetos de capacitação e proteção social para auxiliar indivíduos que podem sair perdendo nesse processo – principalmente nas áreas onde há grandes concentrações de indústrias vulneráveis e falta de diversificação econômica.
Confira o estudo Empregos de Baixo Carbono para a Europa na íntegra

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?