BASF

BASF

A empresa possui produtos sustentáveis/ verdes destinados ao mercado
brasileiro (leia-se soluções já disponíveis no mercado ou com data de
lançamento no Brasil)?

No  Brasil,  temos  o  exemplo da Fundação Espaço ECO, que atua conforme
os pilares  da  diretriz  estratégica  da  empresa e contribui para que a
BASF transfira conhecimento e tecnologia para seus parceiros e para a
sociedade. É  o  primeiro  Centro de Excelência para Ecoeficiência Aplicada na
América Latina  e  é  uma  iniciativa pioneira no setor químico e se torna cada  vez mais   um   centro   de   referência  em  sustentabilidade.  A  análise
de ecoeficiência foi desenvolvida e aplicada pela BASF em mais de 350 casos
no mundo e 20 no Brasil já concluídos.
Quais são esses produtos sustentáveis/ verdes, suas vantagens e a que
públicos se destinam?

A Suvinil, marca de tintas imobiliárias
da BASF,  líder de mercado no segmento premium, assumiu o desafio de atender  a um  importante  pedido  dos  consumidores:  solucionar  o problema do   forte cheiro  da  tinta  depois  da  aplicação.  Após  mais  de  1.500  horas
de desenvolvimento  e  cerca  de  oito  meses  de pesquisa, a empresa passou
a comercializar  as  tintas  “sem cheiro”, por meio das linhas Toque de
Seda, Limpa  Fácil, Fosco e Semi-Brilho. Além disso, o produto é à base de água, ou seja, apresenta menor  emissão  de  compostos  orgânicos voláteis (VOC) na atmosfera, o  que contribui  para  a  preservação  do meio ambiente e também para a saúde dos consumidores.
Também temos o EcobrasTM, um plástico biodegradável e compostável
de fonte  renovável. Trata-se de um combinado de Ecoflex® (plástico
totalmente biodegradável e compostável da BASF) e um polímero vegetal a base de milho. O produto alia a tradição da BASF na indústria de plásticos e a
competência da  filial  brasileira da Corn Products International Inc. no
processamento de   matérias-primas   vegetais.
Durante   a  decomposição,  o EcobrasTM comporta-se como um composto orgânico normal. Versátil, o plástico pode ser aplicado  em  embalagens  injetadas, filmes para a produção de tubetes para reflorestamento,  sacolas  plásticas,  embalagens  para  cosméticos,  entre outras alternativas.
A análise de ecoeficiência, ferramenta que permite que este gerenciamento seja feito, foi desenvolvida e aplicada pela BASF em mais de 350 casos no mundo. A metodologia é pioneira na América do Sul e possibilita a avaliação dos impactos de um produto, processo ou serviço, desde a retirada de matéria prima do ambiente até a disposição final dos rejeitos.
Com propósito de promover melhorias, fornecer informação para o público e alavancar a sustentabilidade das empresas e instituições que a utilizam, ela contribui na identificação das melhores soluções que combinam aspectos econômicos e ambientais.
Qual o investimento destinado ao desenvolvimento desses produtos?

São 62 bilhões de euros contabilizados em 2008 mundialmente.
Destes, cerca de 1.3 bilhão de euros foram investidos em pesquisa e desenvolvimento. Como  temos  a  ambição  de  crescer  de  forma  sustentável  com  foco nas oportunidades regionais, temos planos para investir 200 milhões de euros  na região  no período 2007-2011. A maioria desses investimentos será destinada à  modernização  de  nossos processos de produção nos segmentos de produtos para agricultura e dispersões.

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?