MEIO AMBIENTE: Gestão sustentável no setor de loteamentos

MEIO AMBIENTE: Gestão sustentável no setor de loteamentos

Utilizar resíduos de demolição para pavimentar o asfalto das ruas que interligam os loteamentos ou substituir a pavimentação asfáltica por pequenos blocos de concreto, de modo a facilitar a drenagem da água, são algumas das iniciativas que a Scopel – empresa de desenvolvimento urbano no Estado de São Paulo e membro oficial do Green Building Council Brasil (GBC) – vem realizando.
Entre os empreendimentos que já seguem orientação está o residencial Portal Bordon II, localizado na cidade de Sumaré, no interior paulista, no qual a Scopel utiliza resíduos de concreto provenientes de demolição para realizar o pavimento asfáltico. Já no residencial Bella Città, localizado em Ribeirão Preto, parte do pavimento foi feito com blocos intertravados, que evitam a impermeabilização do solo.
Instalado em meio a uma área de reserva ambiental, o loteamento Reserva de Ibirapitanga, em Santa Izabel, foi lançado há nove anos. O projeto foi desenvolvido em parceria com a instituição SOS Mata Atlântica, que mantém até hoje um trabalho de monitoramento e pesquisa ambientais nos mais de 20 milhões de metros quadrados de reserva que compõem o empreendimento.
O trabalho de terraplenagem também tem sido feito de forma muito criteriosa, ainda que isso signifique contar com um número menor de lotes ou deixar de utilizar áreas mais acidentadas do terreno. “Temos sido sensíveis em relação à topografia dos terrenos, para preservar o relevo natural”, explica Ciro Schmeil, General Manager da Scopel.
A questão dos resíduos sólidos também tem merecido atenção da Scopel, que organiza iniciativas em conjunto com empresas vizinhas dos seus empreendimentos para viabilizar a coleta seletiva, além de cuidar diretamente da coleta de todos os papéis utilizados durante as obras. Todos os empreendimentos contam com estações próprias de tratamento de esgoto e água (ETEs e ETAs), que posteriormente são doadas aos operadores públicos desses serviços.
O trabalho em parceria com o poder público ainda vai além e contempla a doação de áreas para a construção de escolas e bibliotecas. Para integrar os loteamentos às comunidades que vivem no entorno, praças, locais de caminhada e outros equipamentos públicos são criados nos empreendimentos abertos.
Sobre a Scopel
Empresa fundada em 1966, a Scopel é líder em loteamentos imobiliários no Estado de São Paulo. Controlada pela família Scopel, a empresa se associou, em 2007, com um dos maiores fundos mundiais de Private Equity, The Carlyle Group. Desde 2009 é membro oficial do Green Building Council Brasil (GBC), instituição sem fins lucrativos que contribui para a disseminação da preservação do meio ambiente e das práticas sustentáveis no Brasil.
Para consolidar a gestão sustentável em todos os níveis, a empresa criou ainda um Comitê de Sustentabilidade que envolve colaboradores de todas as áreas. O intuito é estimular novas ideias, contribuindo assim para a conscientização dos departamentos. A proposta surgiu por meio de uma parceria firmada com o CTE (Centro Tecnológico de Edificações), consultoria especializada em sustentabilidade que ficou encarregada de mapear toda a organização e, partir daí, propor um verdadeiro choque de gestão na adoção de práticas sustentáveis em todos os níveis hierárquicos.
Uma iniciativa que surgiu a partir desse debate com a equipe gerencial foi a de instalar estações de reciclagem em todos os plantões de venda. A iniciativa começará a ser realizada no segundo semestre de 2010, estando previstos de 30 a 40 plantões nesse período.
O Comitê de Sustentabilidade, em conjunto com o departamento de Recursos Humanos, também iniciou uma série de ações de endomarketing que englobam desde o uso do papel reciclado, passando pela coleta seletiva, até informativos e ações de promoção à saúde e qualidade de vida.
Mais informações:
Margarete Storto
G.P. Comunicação
(11) 3129-5158
[email protected]
www.gpcom.com.br

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?