INCLUSÃO – Formare promove capacitação profissional

INCLUSÃO – Formare promove capacitação profissional

Programa prepara jovens de baixa renda para o mercado de trabalho
Idealizado e coordenado pelas empresas Iochpe-Maxion S.A. em Canoas (RS) e São Bernardo do Campo (SP), o Programa Formare, criado em 1988, atua como uma oportunidade de formação profissional a jovens de baixa renda na própria empresa. O modelo de educação profissional transformou-se na primeira franquia social do Brasil e multiplicou-se para diversos ambientes empresariais.
O objetivo do programa é desenvolver as potencialidades de jovens de famílias de baixa renda, moradores das redondezas das empresas, a fim de integrá-los à sociedade como profissionais e cidadãos. Contudo, o projeto não se limita ao curso. Quando formados, os ex-alunos recebem apoio na obtenção do primeiro emprego. Aproximadamente 6,5 mil jovens já foram capacitados pelo Formare e cerca de 80% estão empregados.
Outro fator de destaque é a capacitação e a motivação que envolve os colaboradores da empresa quando aderem ao Projeto como educadores voluntários. Pesquisas indicam, por exemplo, que aprendemos 70% do que discutimos com outros; 80% do que experimentamos; e 95% do que ensinamos. Ao tornar-se educador do Formare, o colaborador da empresa passa por todas essas fases. Segundo informações da Rede de empresas parceiras, foi possível comprovar que o desempenho do voluntário dentro das suas atividades e, principalmente, em seu convívio com outros colaboradores também melhora significativamente.
A Rede Formare (empresas que possuem Escolas Formare) é composta por Escolas de Educação Profissional que oferecem instalações, benefícios e tempo de seus funcionários para atuarem como educadores-voluntários dos jovens.
Os cursos, com duração de no mínimo 800 horas/aula, são elaborados pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e monitorados pela equipe pedagógica do Formare, de acordo com as características de cada empresa e a realidade do mercado de trabalho local. A orientação pedagógica baseia-se nas diretrizes do Ministério da Educação, que prevê o desenvolvimento de competências e habilidades obtidas por meio da associação de teoria e prática. Os cursos são certificados pela UTFPR, instituição federal de ensino vinculada ao MEC, que mantém convênio com a Fundação Iochpe desde 1995.
Para mais informações, clique aqui.

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?