GESTÃO SUSTENTÁVEL: Varejo assume compromisso para o desenvolvimento sustentável da pesca e aquicultura

GESTÃO SUSTENTÁVEL: Varejo assume compromisso para o desenvolvimento sustentável da pesca e aquicultura

O presidente do Walmart Brasil, Héctor Núñez, anunciou em evento com o ministro da Pesca e Aquicultura, Altemir Gregolin, compromissos para o desenvolvimento sustentável da pesca e aquicultura no Brasil e a ampliação da oferta nas lojas da rede de pescados artesanais e da Amazônia. A empresa também lançou um programa de rastreabilidade para os produtos perecíveis em geral, prioritariamente carnes e hortifrutigranjeiros.
Entre os compromissos para o setor de pescados estão: a identificação da origem e localidade de produção de 100% dos fornecedores de pescados da rede (até 2013); ampliação da oferta e estímulo ao consumo de pescados da região Amazônica; o desenvolvimento de um programa de valorização da pesca artesanal, que garanta o acesso direto destes produtores ao grande varejo (até 2013); e a implementação de um sistema de rastreabilidade para 100% da cadeia de pescados produzidos ou explorados no território brasileiro (até 2016), entre outros. Essas novas regras são resultado de discussões com os diversos públicos que formam a cadeia do pescado, como autoridades, especialistas, fornecedores e ONGs.
“Estamos engajados em construir uma cadeia do pescado mais sustentável, buscando iniciativas que mobilizem empresas do setor, governo e sociedade”, afirmou Héctor Núñez, presidente do Walmart Brasil.
A cadeia do pescado é uma das mais importantes do setor da economia, movimentando e estimulando o desenvolvimento de comunidades e produtos em todo o território nacional. São mais de 800.000 pessoas envolvidas, com grande potencial de desenvolvimento. A produção brasileira é de cerca de 1,1 milhão de toneladas por ano. Estima-se, no entanto, que o potencial nacional chegue a 1,4 milhão de toneladas anuais até 2011, desde que explorado por meio de manejo rigoroso.
Rastreabilidade

O Walmart também anunciou, em agosto, seu programa “Qualidade Selecionada, Origem Garantida”, que permite ao cliente acompanhar, no site da empresa, todo o processo da cadeia produtiva de itens de agricultura por meio de um código de barras disponível nas embalagens.  De maneira fácil, o consumidor vai saber exatamente a localidade e o caminho que os produtos percorreram até chegar às suas mesas.

O primeiro produto lançado nesta plataforma é a carne da marca própria “Campeiro”, com seis cortes diferentes. “Por conta de todo o desafio da pecuária em relação ao desmatamento da Amazônia, a carne é o primeiro item deste programa, que já nasce com o objetivo de monitorar nossos produtos do hortifruti, o que deve começar a acontecer até o final deste ano”, acrescenta Héctor.
As carnes serão comercializadas inicialmente nas lojas de São Paulo, chegando a todos os Estados em meados de setembro. O programa de rastreabilidade é mais um passo em direção à sustentabilidade na Amazônia, uma das metas estabelecidas pela empresa em 2009 no “Pacto pela Sustentabilidade’, firmado com seus principais fornecedores.
O envolvimento dos parceiros comerciais na criação de processos e produtos mais sustentáveis faz parte da estratégia do Walmart de construir uma cadeia de suprimentos mais sustentável, incorporando no plano de negócios da rede com seus fornecedores práticas ambientais e sociais mais rigorosas, assim como medições constantes de indicadores previamente definidos.
Para poder acompanhar os avanços dos fornecedores nos compromissos do “Pacto pela Sustentabilidade”, a empresa também desenvolveu um sistema online de monitoramento de indicadores socioambientais, que vão de inventário de emissão de gases de efeito estufa à comercialização de produtos ligados ao desmatamento ilegal da Amazônia ou assinatura do Pacto pela Erradicação do Trabalho Escravo, do Ministério do Trabalho. Até 2011, 100% da cadeia de abastecimento reportará seu progresso em relação às metas assumidas conjuntamente.
Além disso, a empresa lançou no início deste ano o programa “Sustentabilidade de Ponta a Ponta”, na qual 10 dos principais fornecedores da rede analisaram o ciclo de vida de produtos líderes de mercado e desenvolveram processos mais sustentáveis. Para 2011, a varejista já começou a segunda fase do programa, com mais 15 fornecedores, que já estão revisando o ciclo de vida dos seus produtos.
Mais informações:

Simone Cardoso –
[email protected] – 11-2103-5536
Cristina Cassis – [email protected] – 11-2103-5103
www.walmartbrasil.com.br
https://twitter.com/Walmart_BR


Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?