EMISSÕES – Metas para combater às mudanças climáticas no setor hoteleiro

EMISSÕES – Metas para combater às mudanças climáticas no setor hoteleiro

Primeiro hotel de luxo londrino que busca se tornar o primeiro ambientalmente amigável da região, o Savoy – nome que pertence ao Fairmont Hotels & Resorts – integrou programa de redução de pegada de carbono que está no centro das ambições ambientais do grupo de hotéis.
Para implementar o programa, um grupo multidisciplinar de cinco membros da staff  formaram o “Time verde” do Savoy, para conduzir audições em departamentos, estabelecer processos de monitoramento e medidas de performance ambiental, analisar políticas ambientais de fornecedores e contratantes e lançar um programa de projetos e práticas ambientais.
O Fairmont já era reconhecido como um líder em sustentabilidade, mas não possuia estratégia efetiva para tratar da questão das mudanças climáticas. O comprometimento do grupo com o WWF Climate Savers foi reduzir as emissões de CO2 na corporação em 20% de seus níveis de 2006 em 2013.
No início de 2009, as emissões da companhia estavam em 375,766 toneladas métricas de CO2 por ano, correspondendo a 0.055 toneladas de emissões de CO2 por hóspede/noite.
A estratégia do Fairmont para atingir sua meta de redução passou pela melhoria em eficiência energética em suas propriedades e pelo aumento do uso de suprimentos de energia renovável. A companhia também se comprometeu a compartilhar suas melhores práticas com outras organizações e trabalhar para aumentar o engajamento de hóspedes e empregados na redução da pegada total de carbono.
Padrões de eficiência energética foram requisitados de cada propriedade e a companhia implementou um novo programa de gestão de energia e carbono, para monitorar e reduzir suas emissões a partir de uma base consistente e mensurável.
Confira mais sobre a parceria da Fairmont com o programa Climate Savers

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?