EMISSÕES: BM&FBOVESPA apresenta seu primeiro Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa

EMISSÕES: BM&FBOVESPA apresenta seu primeiro Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa

A BM&FBOVESPA concluiu seu primeiro Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa, com base na metodologia do Programa Brasileiro GHG Protocol. Os resultados apontam que a Bolsa emitiu, em 2009, 1.577 toneladas de CO2 equivalente, medida utilizada para padronizar as emissões de vários gases de efeito estufa, considerando seus diferentes potenciais de aquecimento global.
A quantidade de gases lançados direta ou indiretamente pode ser considerada baixa diante do total de emissões declaradas pelas 35 signatárias do Programa Brasileiro GHG Protocol. Em 2009, estas companhias juntas declararam que emitiram quase 89 milhões de toneladas de CO2e. De acordo com a diretora de Sustentabilidade da BM&FBOVESPA, Sonia Favaretto, a Bolsa almeja reduzir ao máximo as suas emissões no próximo período e neutralizar o restante com intuito de se tornar carbono zero em 2012.
Medidas para reduzir
Na BM&FBOVESPA, a principal fonte de emissão de GEE (gases do efeito estufa) é o consumo de energia elétrica, responsável sozinho por 28,73% das emissões, o equivalente a 453,31 toneladas de CO2e. Diante disso, já está em curso uma série de medidas de economia, dentre elas: a modernização dos elevadores e do sistema de iluminação, a automação do sistema de ar-condicionado, um estudo para instalação de multimedidores para acompanhamento de qualidade de energia e o desligamento de microcomputadores às 19h30. Esta última medida foi implantada em outubro de 2008 e estima-se que trouxe uma redução da ordem de 44.000 kW/mês no consumo de energia. Em breve também todos os monitores modelo CRT (tubo) da Bolsa serão substituídos por equipamentos do modelo LCD, mais modernos e com menos consumo de energia.
Outras fontes importantes de emissão indireta são viagens aéreas, deslocamento de funcionários, os serviços terceirizados de logística, e uso de táxi, que juntos correspondem a 735,12 toneladas de CO2e, ou 46,59% do total de emissões. Esse montante tende a cair a partir de várias iniciativas que a BM&FBOVESPA irá adotar, dentre elas a utilização de uma sala de Telepresença de última geração que está sendo instalada na Bolsa. A Telepresença, uma evolução às tecnologias de videoconferência, aprimora a qualidade da comunicação remota e viabiliza a diminuição no número de viagens a trabalho.
Campeões de emissão X medidas de combate na BM&FBOVESPA
Principais fontes e Medidas adotadas
-Consumo de energia elétrica
Modernização dos elevadores e do sistema de iluminação; automação do sistema de ar-condicionado; estudo para instalação de multimedidores para acompanhamento de qualidade de energia e desligamento dos equipamentos às 19h30; troca de monitores modelo CRT (tubo) para modelo LCD.
-Serviços terceirizados de logística, viagens aéreas, deslocamento de funcionários e uso de taxi
Instalação de uma sala de telepresença; ampliação de salas de videoconferências; instalação de um bicicletário; programa interno de carona solidária
-Geradores auxiliares, uso de gás natural e gases refrigerantes
Projeto para modernização do sistema de ar condicionado, com  utilização de gás refrigerante ecológico.
Maioria utiliza o metrô
Uma pesquisa interna no contexto do inventário perguntou a todos os funcionários, estagiários e terceiros da BM&FBOVESPA: “Como você vem para o trabalho?”. A pergunta foi respondida por 961 pessoas, 58% do total de trabalhadores da casa na época da pesquisa. A conclusão é de que o transporte preferido é o metrô, utilizado por 69% dos colaboradores – em metade das respostas, o metrô aparece como transporte prioritário, combinado secundariamente com ônibus ou carro. Somente 13,53% usam o carro como meio de transporte prioritário.
Para incentivar ainda mais seus funcionários a deixar o carro em casa, a Bolsa irá instalar um bicicletário na Rua Florêncio de Abreu e adotar um Programa de Carona Solidária, por meio de uma ferramenta on-line na sua intranet. “Com todas essas ações, sem dúvida buscamos reduzir o impacto das nossas atividades no meio ambiente. Mas temos também o objetivo de atuar de forma educacional, estimulando nosso público interno a repensar e mudar seus hábitos, dando condições e infraestrutura para isso”, concluiu Sonia Favaretto.
Mais informações:
BM&FBOVESPA S.A
Diretoria de Comunicação
Gerência de Imprensa
Tel: 55 11 2565-7271 / 7313 / 7764
www.bmfbovespa.com.br/imprensa

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?