EDUCAÇÃO: Caixa lança guia de sustentabilidade ambiental

EDUCAÇÃO: Caixa lança guia de sustentabilidade ambiental

A Caixa Econômica Federal acaba de lançar o Guia de Sustentabilidade Ambiental do Selo Casa Azul: o primeiro sistema brasileiro de classificação socioambiental na construção habitacional.
O guia foi criado com o foco nos critérios para a obtenção do Selo Casa Azul para empreendimentos habitacionais. No entanto, também pode ser útil para estudantes, profissionais e empresas da área de construção que busquem contribuir para o desenvolvimento sustentável, melhorando de forma progressiva e contínua suas práticas de projeto e construção e desenvolvendo novas soluções.
“Em cada projeto é possível fazer algo pelo desenvolvimento sustentável dentro do orçamento existente. Esperamos que o guia sirva de ferramenta de trabalho e de inspiração”, avalia o gerente nacional de Meio Ambiente da CAIXA, Jean Rodrigues Benevides.
O guia foi elaborado por uma equipe técnica da CAIXA com experiência em projetos habitacionais e em gestão para a sustentabilidade.  O trabalho teve consultoria de um grupo multidisciplinar de professores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de SantaCatarina (UFSC), e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que organizouum workshop com a participação de entidades representativas do mercado. Esse mesmo grupo foi encarregado do desenvolvimento da metodologia do Selo, sob asupervisão da equipe da Caixa.
O guia estará disponível para download no site da instituição (www.caixa.gov.br).
Sobre o selo Casa Azul
O Selo se aplica a todos os tipos de projetos de empreendimentos habitacionais propostos à Caixa para financiamento ou nosprogramas de repasse. Empresas construtoras, poder público, empresas públicasde habitação, cooperativas, associações e entidades representantes demovimentos sociais podem se candidatar a receber o Selo.
O método utilizado para a concessão do Selo consiste em verificar, durante a análise de viabilidade técnica do empreendimento, o atendimento aos critérios estabelecidos pelo instrumento queestimula a adoção de práticas voltadas à sustentabilidade.
O Selo possui 6 categorias:
Qualidade Urbana;
Projeto e Conforto;
Eficiência Energética;
Conservação de Recursos Materiais;
Gestão da Água;
Práticas Sociais.
As categorias são subdivididas em 53 critérios de avaliação e todas possuem critérios obrigatórios e de livre escolha. A quantidade de critérios atendidos pelo projeto determinará o nível de gradação obtido, conforme quadro a seguir:
GRADAÇÃO
ATENDIMENTO MÍNIMO
BRONZE: 19 Critérios obrigatórios
PRATA: Critérios obrigatórios e mais 6 critérios de livre escolha = 25 critérios
OURO: Critérios obrigatórios e mais 12 critérios de livre escolha = 31 critérios
Mais informações:

Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica Federal
(61) 3206-8030 / 4311-9645

www.caixa.gov.br

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?