EDUCAÇÃO AMBIENTAL: empresa lança livro sobre conscientização ambiental e folclore em escolas públicas

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: empresa lança livro sobre conscientização ambiental e folclore em escolas públicas

A ALE, quarta maior distribuidora de combustíveis do Brasil, irá distribuir em escolas públicas de 22 Estados brasileiros o livro infantil “Guardiões do Verde”, cuja história mistura conscientização ambiental com folclore. Até o fim do ano, uma equipe de profissionais vai percorrer algumas cidades onde a empresa possui unidades para apresentar a obra e dar informações sobre os cuidados com a natureza.
Assim como o primeiro título lançado pela companhia —“Borboleta Azul”, que fez parte do projeto que concedeu à ALE o Prêmio Mineiro de Gestão Ambiental de 2008—, “Guardiões do Verde” convida as crianças a conhecerem a realidade do meio ambiente. Dessa vez, o destaque fica com figuras folclóricas. Animais pedem ao Curupira mais áreas verdes e o afastamento de caçadores; lagos e rios pedem à Iara que seduza os homens, para mostrar a importância de se preservar as nascentes; e aves suplicam ao Saci Pererê o ar e o céu bem limpos. Tudo isso num diálogo descontraído. Para neutralizar 1.590 quilos de gás carbônico referentes à publicação da obra, a companhia ainda plantou 12 árvores.
Ambos livros são de autoria de José Maurício Séllos, que também já publicou outras duas obras infantis (“A História do Bolo de Cenoura” e “Uma Viagem ao Contrário”) e três livros de poesias para adultos. Séllos também promove consultoria para empresas na área ambiental e dedica parte de seu tempo à xilogravura e ao saxofone.
Em abril do ano passado, a ALE também distribuiu mil exemplares do livro “Borboleta Azul” a escolas localizadas em Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Bahia, Maranhão, Goiás, Pará e São Paulo.
Caminhão-biblioteca
Outra iniciativa da empresa para incentivar a leitura é o Livro para Voar, que propõe a transformação de espaços públicos e privados do país em uma biblioteca livre. Para espalhar essa ideia, além das campanhas feitas em locais estratégicos, a empresa promove o Posto Social, espécie de biblioteca itinerante que já passou por 12 cidades do interior de Minas Gerais —Sete Lagoas, Montes Claros, Ituiutaba, Patos de Minas, Paracatu, Tiradentes, São João Del Rey, Uberaba, Ipatinga, Arcos e Leopoldina. Desde novembro do ano passado, um caminhão equipado com cerca de 300 livros, sistema audiovisual e 24 assentos estaciona em praças e monitores convidam professores, estudantes e comunidade a assistir palestra e conhecer um pouco mais da importância da leitura.
Ao todo, já foram mais de 56 mil visitas ao caminhão, 460 professores treinados para divulgar o projeto e 24 palestras junto aos moradores dos municípios percorridos. Até o fim do primeiro semestre, três cidades do Nordeste receberão o projeto: Campina Grande, Caruaru e Juazeiro do Norte. A ideia é expandir o Posto Social a outros municípios que não recebem projetos socioculturais com frequência.
Mais informações:
Interface Comunicação empresarial
Délio Campos – (31) 3211-7521 / 9238-4206
Nayara Fraga – (31) 3211-7506 / 9733-0662

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?