ECOEFICIÊNCIA: Intel apresenta novo conceito de “smartgrid”

ECOEFICIÊNCIA: Intel apresenta novo conceito de “smartgrid”

De acordo com dados recentes da ANEEL, o Brasil possui 2.257 unidades geradoras de energia elétrica em operação, gerando 109.787.392 kW de potência. Entretanto, o grande dilema enfrentado pela indústria é a necessidade de mais eficiência nas atividades de geração, transmissão e consumo de energia.
Durante o Research@Intel Day 2010, a Intel apresentou o novo conceito de “smartgrid”, uma solução para melhorar a eficiência das redes elétricas e ao mesmo tempo permitir a utilização inteligente de fontes de energia renováveis, como a eólica ou solar.
O conceito de “smartgrid” se baseia na adoção de processadores inteligentes em todas as etapas do ciclo de abastecimento: nas usinas geradoras, nas subestações retransmissoras e até mesmo nas residências e empresas, destino final da energia elétrica. Com toda a rede interligada e conversando entre si, o sistema será capaz de controlar em tempo real a geração, transmissão e consumo de energia.
Nas geradoras, o uso de processadores inteligentes “Intel Xeon” permitirá maior controle sobre a oferta e demanda de eletricidade. O sistema como um todo também será capaz de analisar dados climáticos e tomar decisões em tempo real sobre os melhores momentos para maximizar a geração de energia em usinar eólicas ou solares, diminuindo na mesma proporção a geração em usinas que utilizam fontes não-renováveis de energia.
Subestações transmissoras inteligentes funcionarão como micro-controladoras da rede elétrica, capazes inclusive de contabilizar micro-operações – como painéis solares instalados no teto das residências e edifícios comerciais. O sistema poderá localizar em quais regiões existe energia solar excedente sendo produzida e redirecioná-la para onde esta é necessária.
A rede terá também capacidade de criar novos incentivos para o consumo consciente. Ao medir os horários de pico, pode ser programada para aumentar ou diminuir o preço da energia elétrica de acordo com a demanda exigida da rede como um todo, gerando incentivos econômicos para o uso consciente dos recursos elétricos por parte dos consumidores.
A casa do futuro será equipada com gerenciadores inteligentes de consumo elétrico, que poderão ser acessados por meio de qualquer dispositivo com acesso a Internet, como um PC, TV ou até mesmo seu celular. Este dispositivo será capaz de medir o consumo da residência em tempo real e otimizar o uso de todos os equipamentos eletrônicos, seguindo as orientações pré-programadas do dono da residência.
Assista a um vídeo de demonstração do Smartgrid (em inglês): http://www.youtube.com/watch?v=DZtjRjcroC0
Mais informações:
Alessandra Neris
(11) 3094-2254
[email protected]
www.intel.com/pressroom
http://blogs.intel.com.

Inscreva-se em nossa newsletter e
receba tudo em primeira mão

Conteúdos relacionados

Entre em contato
1
Posso ajudar?